MEMÓRIA E IDENTIDADE SERÃO DESTAQUES NO III XIRÊ DA CONSCIÊNCIA NEGRA

19 de Novembro de 2019, 11:41

A memória e a identidade do candomblé em Sergipe são os temas do III Xirê da Consciência Negra, promovido pela Associação Cultural Alarokê que acontecerá entre os dias 21 e 23 de novembro em Aracaju e São Cristóvão/SE. O Xirê da Consciência Negra já é um evento consolidado anualmente e que acontece em comemoração ao Dia Nacional da Consciência Negra, comemorado em 20 de novembro.


Esta edição do Xirê tem o objetivo de reunir adeptos de religiões de matriz africana, pesquisadores, integrantes do movimento negro e todos os interessados da sociedade civil que estão na luta contra o racismo e o preconceito religioso.


O primeiro dia de programação acontecerá no auditório do Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Sergipe e irá abordar a Memória do Candomblé em Sergipe. A abertura do evento será feita pelo Babá Juracy Júnior e terá a participação de grandes nomes da história do universo das religiões de matriz africana em Sergipe, a exemplo de Marizete Silva Lessa, Arvanley Augusto, Reginaldo Daniel Flores, Cristiano José dos Santos, Sônia Oliveira e Jane Lúcia Ya’nganga.


Durante a conferência um dos temas será a trajetória do Babalorixá José Augusto dos Santos, conhecido popularmente como Zé D’Obakossô, que será apresentado pela pesquisadora Ivoneide Santos, na noite do dia 21, também no auditório do Colégio Aplicação, localizado na Universidade Federal de Sergipe.


Para encerrar a noite a atração cultural, com o Coletivo HECTA, que apresentará o espetáculo de Teatro Sankofa.