Wagner Tiso encanta em concerto com a Orquestra Sinfônica

19 de Maio de 2016, 10:24

Regado de clássicos da música popular brasileira, o concerto da Orquestra Sinfônica de Sergipe (Orsse), acompanhada pelo pianista e compositor, Wagner Tiso, emocionou o público que esteve nesta quarta-feira no Teatro Tobias Barreto. Sob regência de Guilherme Mannis, a Orsse interpretou diversos sucessos da trajetória e autoria de Tiso, além de arranjos de obras de Tom Jobim, Milton Nascimento e Gilberto Gil.

\r\n\r\n

“Wagner Tiso é um grande nome da música brasileira, não só pela sua importância na produção da MPB, bem como pelo seu trabalho de arranjador, regente, pianista e intérprete sensível a vários estilos. Sua música traz inspiração em Villa-Lobos, nas ruas de Recife, nas rodas de samba do Rio de Janeiro, enfim ela representa o Brasil. Então, é um prazer enorme para nós da Orquestra Sinfônica de Sergipe recebe-lo e tê-lo como parceiro mais uma vez”, ressaltou Mannis.   

\r\n\r\n

O repertório da noite contou com canções como, “Eu sei que vou te amar”, “Fantasia Choros n°10”, “Olinda Guanabara”, “Expresso 2222”, “Cravo e Canela” e “Frevo”. “Sempre tive muitas ligações com Aracaju não só pela música, eu casei aqui e minha filha nasceu aqui também. As orquestras das capitais nordestinas têm me surpreendido muito em termo de qualidade. Esta é minha terceira parceria com a Orsse, e posso dizer que Sergipe tem uma excelente orquestra, que não deixa a desejar”, afirmou Wagner Tiso.  

\r\n\r\n

Vindo de uma família de músicos e parceiro desde a infância de Miltom Nascimento, Tiso falou sobre a sua formação e trajetória na música. “Estamos sempre tentando levar para a população o que há de melhor na música. No entanto não é fácil, pois os meios de comunicação, sobretudo a televisão, costuma dar mais espaço para o que há de pior da musica. É uma questão cultural do Brasil, diferente de outros países”, alertou.

\r\n\r\n

Pela primeira vez em no Teatro Tobias Barreto, Pedro Antônio Oliveira Garcez de Carvalho, de nove anos, disse ter adorado o concerto. “Estou gostando muito é tão emocionante, cada música que ouço tocar. Eu já estava de pijama em casa quando recebi meus avós me convidaram para vir, e estou adorando”, contou o menino que atualmente faz aulas de piano.

\r\n\r\n

“Estou muito feliz por ter trazido Pedro, pela primeira vez, a convite dos avós. Está sendo uma experiência maravilhosa para nós. Ele gosta muito de música e sempre incentivamos. É importante para a criança ter este contato com, principalmente com a música clássica, que sai deste circuito comercial de rádios e de televisões”, comentou o pai de Pedro, Antônio Garcez Dias de Carvalho.

\r\n\r\n

Sobre Wagner Tiso

\r\n\r\n

 Pianista, tecladista, compositor, arranjador, maestro e diretor musical, Wagner Tiso começou a estudar música por conta própria em Minas Gerais, onde tocava com Milton Nascimento. Mudou-se para o Rio de Janeiro em 1964 e lá atuou em diversos grupos como Sambacana, Quarteto de Edison Machado, Paulo Moura, Som Imaginário e Clube da Esquina. Acompanhou diversos artistas, como Marcos Valle, Maysa e Cauby Peixoto.

\r\n\r\n

Ascom / Sec. de Estado da Cultura

\r\n