Prefeito reúne equipes para balanço das ações do Forró Caju

13 de Junho de 2018, 12:21

Faltando menos de dez dias para o Forró Caju 2018, o prefeito Edvaldo Nogueira convocou, na manhã desta quarta-feira, 13, as equipes envolvidas no planejamento e execução do evento que pretende reunir cerca de 100 mil pessoas por noite na praça dos mercados centrais de Aracaju. Para tanto, durante a reunião, prefeito e demais representantes de secretarias e órgãos da gestão municipal fizeram um balanço das ações que já foram realizadas e alinharam os detalhes para concluir a organização do evento que acontecerá nos dias 22, 23, 24, 28, 29 e 30 de junho.


Um dos pontos ressaltados por Edvaldo foi a integração da equipe e a junção de esforços, tendo em vista o bom desempenho nas ações realizadas até o momento. “Preciso parabenizar as equipes envolvidas porque percebo a integração, o que acaba refletindo na redução de possíveis erros que, por ventura, venham acontecer. Uma das características do Forró Caju é que não pode haver improvisação e essa também é uma característica da minha maneira de administrar. É na improvisação que ocorrem os erros. Não podemos negligenciar absolutamente nada e, como estou vendo que tudo está caminhando de acordo com o planejado, fico muito satisfeito”, afirmou o prefeito.


Em uma época em que os recursos são mínimos, Edvaldo destacou a necessidade de inovar em cada ação. “Agora é a hora de fazer bem feito com pouco. É hora de agirmos com criatividade e economia, a mesma criatividade com a qual já conseguimos pagar cerca de R$ 350 milhões de R$ 540 milhões da dívida que encontramos. Precisamos agir com previsibilidade. Esse é o primeiro Forró Caju desta gestão e temos que trabalhar para garantir que seja ordenado e deixarmos uma boa imagem da nossa festa. Esse é um evento para 100 mil pessoas e temos que olhar os impactos de cada uma das ações com bastante cuidado, por isso, cobro rigor nos detalhes”, frisou Edvaldo.


Forró Caju e Planejamento Estratégico


Durante a reunião desta manhã, Edvaldo Nogueira fez questão de lembrar que o Forró Caju faz parte do Planejamento Estratégico da gestão e, por isso, não pode ser tratado como um evento isolado. “Forró tem a ver com qualidade de vida, com lazer, além de fazer parte da nossa raiz cultural. Desta forma, o Forró Caju faz parte do nosso Planejamento Estratégico. Ele preserva a nossa cultura, ao mesmo tempo que a renova acolhendo o novo. Além disso, o evento mexe com a nossa economia, com o turismo e todas estas questões convergem para o desenvolvimento da nossa cidade e da nossa gente”, ressaltou.


O prefeito destacou ainda que um dos seus desejos é transformar a Prefeitura de Aracaju em um modelo de gestão que sabe administrar em situação de crise. “O Forró Caju pode ser um termômetro para a nossa gestão e podemos avançar, como estamos avançando, cada vez mais. Sou muito otimista e vislumbro dias cada vez melhores”, disse.


Critérios


O último ponto abordado, e não menos importante, foram os critérios de ações no Forró Caju. O prefeito ressaltou que a política não pode e não deve interferir em nenhum dos trabalhos antes ou durante o evento. “Não quero saber de eleição. Vamos continuar trabalhando com critérios técnicos e não políticos, seja na contratação de bandas e qualquer tipo de serviço a ser realizado na festa ou antes dela. O evento é para a sociedade. Todos serão muito bem recebidos, mas nada será tratado para atingir os interesses políticos de quem quer se seja”, concluiu o prefeito.


Foto Ana Lícia Menezes