Cidade de 5 mil anos é descoberta em Israel

11 de Outubro de 2019, 09:43

Uma cidade de aproximadamente 5 mil anos foi descoberta em Israel. Fruto de um trabalho de escavações de dois anos e meio na região, que culminou em um anúncio nesta semana, trata-se da maior e mais central cidade já descoberta no país, com uma área de cerca de 650 mil m² e que abrigava mais de 6 mil habitantes.


De acordo com os cientistas, a cidade teria sido planejada na Idade do Bronze, no final do IV milênio a.C. Na época, ela era cercada por um muro protetor e possuía áreas particulares e públicas, além de diversas ruas e becos. A descoberta, afirmam os especialistas, pode mudar o que se sabe sobre o começo da urbanização israelense.


Entre as estruturas presentes no local, os arqueólogos encontraram um templo e um pátio com uma grande bacia de pedra usada em rituais religiosos. Dentro do templo, estavam diversos ossos de animais queimados, provavelmente utilizados em sacrifícios, além de estatuetas antropomórficas. O povo que habitava o local sobrevivia principalmente da agricultura e constituía uma sociedade organizada e bem hierarquizada, segundo os arqueólogos.


Depois do anúncio da descoberta, foram feitas mudanças no planejamento dos cientistas para proteger a cidade perdida. A ideia é preservar a área o máximo possível e evitar danos à antiga estrutura das construções.


FONTE: VEJA.