Belivaldo Chagas comparece às homenagens a Lourival Baptista na AL

24 de Setembro de 2015, 07:56

O governador em exercício, Belivaldo Chagas, compareceu na tarde desta segunda-feira, 21, à sessão especial promovida pela Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), em comemoração ao centenário de nascimento do ex-governador Lourival Baptista. A propositura foi uma iniciativa dos presidentes da Casa, deputado Luciano Bispo, e do Tribunal de Contas do Estado, Carlos Pinna.

\r\n\r\n

Belivaldo Chagas afirmou que foi uma justa homenagem a um dos grandes políticos sergipanos. “Está sendo homenageada uma figura histórica, um sergipano de coração que se dedicou ao desenvolvimento de Sergipe. É o reconhecimento de tudo o que Lourival Baptista fez pelo nosso Estado”, pontuou.

\r\n\r\n

O presidente da Assembleia, deputado Luciano Bispo, afirmou que a Casa Legislativa rende essa homenagem a Lourival Baptista em reconhecimento aos relevantes serviços prestados por ele à sociedade. “Foi um grande político que deixou a sua marca na história”, salientou.

\r\n\r\n

Já a deputada Gorette Reis, destacou obras públicas que Lourival executou durante o seu governo, de 1967 a 1970, ressaltando que elas são utilizadas até hoje pela população, a exemplo do Batistão e o edifício Cidade de Aracaju, conhecido como Maria Feliciana.

\r\n\r\n

Quebrando o protocolo, Luciano Bispo convidou o ex-deputado Arnaldo Bispo, para entregar à filha de Lourival Baptista, Angelina Baptista, uma placa comemorativa pela passagem do centenário de seu pai em nome da Assembleia Legislativa. Ela também agradeceu as homenagens.

\r\n\r\n

Para o presidente do Tribunal de Contas, Carlos Pinna, a iniciativa foi direcionada a um político que foi exemplo para sua geração e continuará sendo para as futuras. “Essa sessão especial é a principal das homenagens, pois Lourival iniciou sua vida pública como deputado estadual, sendo um dos autores da Constituição de Sergipe em 1947”, destacou.

\r\n\r\n

O jornalista e amigo do ex-governador, Luiz Eduardo Costa, proferiu uma palestra relatando a atuação de Lourival Baptista como governador, a sua luta pelo desenvolvimento de Sergipe e o compromisso com a democracia, mesmo tendo sido governador biônico, nomeado pelo general Humberto Castelo Branco.

\r\n\r\n

A sessão solene na Assembleia Legislativa faz parte das comemorações do centenário de nascimento do ex-governador Lourival Baptista. As homenagens tiveram início no último dia 04 de setembro e prosseguem até o dia 03 de outubro, com lançamento de livros, palestras e cerimônias litúrgicas.  A coordenação das comemorações está sob a responsabilidade da Corte de Contas de Sergipe, criada pelo homenageado quando governador do Estado.

\r\n\r\n

Lançamento

\r\n\r\n

No dia 02 de outubro será lançado às 10h, no Espaço Cultural Ministro Carlos Ayres Britto, do TCE, o livro “Lourival Baptista: Pacificação e Desenvolvimento”, escrito por Carlos Pinna de Assis, Francisco Baptista Neto, Luiz Eduardo Costa, Sayonara Viana e Verônica Nunes. No dia do seu aniversário, 03 de outubro, vai ser celebrada uma missa no Santuário Nossa Senhora Menina, às 19h.

\r\n\r\n

No último dia 16 de setembro, o Governo do Estado e o TCE/SE lançaram o livro “Getúlio escreve a Lourival: os bilhetes à Casa Civil da Presidência da República (1951 e 1954)”. A obra reúne a correspondência entre Lourival Fontes e Getúlio Vargas, foi organizada por Ângela de Castro Gomes e idealizada por Francisco Baptista Neto, filho de Lourival.  A edição ficou por conta da Segrase.

\r\n\r\n

O ex-governador Lourival Baptista era muito amigo de Lourival Fontes, sergipano que teve grande participação durante o Estado Novo ao assumir o cargo de diretor do Departamento de Propaganda e Difusão Cultural (DPDC) e chefe da Casa Civil no governo constitucional de Getúlio (1952-1954) e senador por Sergipe.

\r\n\r\n

Fontes entregou a Baptista os quase 700 bilhetes manuscritos pelo então presidente Getúlio Vargas em seu gabinete no Palácio do Catete, pedindo que os guardasse. Os bilhetes foram classificados, contextualizados e transformados em livro.

\r\n\r\n

Homenageado

\r\n\r\n

Filho de Francisco da Costa Baptista e Angelina Gomes Baptista, Lourival nasceu em 03/10/1915, em Entre Rios, Bahia, e iniciou os estudos em Alagoinhas. No ano de 1943, já formado em medicina pela Universidade Federal da Bahia, Baptista chegou a Sergipe, estabelecendo-se em São Cristóvão. Pela sua vocação política, foi deputado estadual (1947-1951), prefeito de São Cristóvão (1951-1954), deputado federal (1959-1967), governador de Sergipe (1967-1970) e senador (1971-1995). Foi secretário da Educação e Cultura de Sergipe no governo de Augusto do Prado Franco.

\r\n\r\n

Em seu governo, foram realizadas obras como o teatro Lourival Baptista, no bairro Siqueira Campos, e o conjunto Lourival Baptista. Ele ainda criou o Tribunal de Contas do Estado. Após sua morte, foi criado um Centro de Memória, mantido pela Unit, que reúne seu acervo pessoal.

\r\n\r\n

Foi casado com Hildete Falcão Baptista (falecida), com quem teve 04 filhos: Adnil (falecida), Francisco, Lourival Filho e Angelina. Lourival faleceu em 08 de março de 2013, em Brasília.

\r\n